As 5 linguagens do amor das crianças

PARTILHA ESTE ARTIGO

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Sabes qual é a linguagem preferencial de amor do teu filho?
Se perguntassem aos teus filhos “Como sabes que os teus pais gostam de ti?” o que seria que eles responderiam?
O que fazes que os teus filhos mais apreciam e que mais comunica o teu amor? É o tempo que lhes dedicas, os presentes que lhes dás, a força que lhes transmites, os abraços …. ?

É sobre isto que nos fala Gary Chapman no seu livro As 5 Linguagens do amor das crianças.

Baseada no livro quero apresentar-te aqui as 5 diferentes linguagens que os nossos filhos privilegiam.

Para percebermos as necessidades de amor dos nossos filhos e identificar as linguagens de amor que privilegiam, teremos de ser um pouco de mães e pais detetives e ver para além do comportamento da criança.

No livro Gary Chapman fala do nosso tanque emocional. Todos nós temos um reservatório emocional que precisa ser recarregado e que nos alimenta e nos dá força nas alturas mais desafiantes. E os nossos filhos também.

Esse tanque é carregado com o nosso amor incondicional. Aquele amor, de que já falamos, que aceita a criança pelo que é e não pelo que faz.

Não importando o que faz, a criança sente que os pais continuam a amá-la. E quantas vezes as crianças sentem o nosso amor como condicional quando o baseamos em castigos e recompensas, mesmo que não seja essa a nossa intenção.

Cada criança tem uma linguagem de amor que melhor entende, vamos ter de saber qual é…

Hoje quero partilhar contigo a 1ª da linguagens e durante este mês partilharei as restantes.

1ª linguagem do amor das crianças – Toque físico

Há crianças que necessitam do toque físico, do abraço, do beijinho para encherem o seu tanque emocional O toque físico é a linguagem do amor mais facilmente usada de forma incondicional, em qualquer altura, sem nenhuma razão ….

Hoje percebemos a importância do toque físico nos bebés. Bebés com muito colo e muito carinho apresentam um desenvolvimento emocional mais saudável do que aqueles que ficam sozinhos por muito tempo. À medida que o bebe cresce e se torna mais ativo a sua necessidade de toque físico não diminui.

E rapazes e raparigas necessitam igualmente de toque físico, às vezes os rapazes à medida que vão crescendo apresentam mais resistência ao carinho, mas adoram as brincadeiras mais físicas, brincar às lutas, cócegas, jogos de contacto.

Há muitas formas de exprimir amor através do contacto : cócegas, festinhas do cabelo, massagem nos ombros. Para as crianças que privilegiam esta linguagem de amor o toque físico é mais expressivo do amor, enche mais o seu tanque emocional que o tempo de qualidade, presentes ou quaisquer palavras apesar de todas sempre importantes.

Nunca é demais salientar o poder do abraço: Um abraço cheio de afeto transmite amor à criança.

O desafio que te deixo hoje é que uses esta linguagem de amor (Toque físico) durante esta semana

  • Dá muito abraços
  • Faz cócegas
  • Lê livros com os teus filhos ao colo
  • Faz uma festinha no cabelo ou massagem nos ombros
  • Faz jogos que precisem de contacto físico
  • Dá um abraço e um beijo todos os dias para te despedires e quando vais buscar a criança à escola.

Aceitas o desafio?

DESCOBRE MAIS ARTIGOS