AVISO: A produção e envio dos produtos disponíveis na Loja apenas será retomado a 18 de agosto.

Tudo o que precisas saber sobre a Vitamina D

Tudo o que precisas saber sobre a Vitamina D

A Vitamina D é um nutriente essencial utilizado pelo nosso corpo para diversos processos vitais, como a construção e manutenção de ossos fortes. É comumente conhecida como vitamina do sol.

Contudo, também pode ser consumida em alimentos e suplementos. Por ser muito importante para o bom funcionamento do organismo, a baixa ingestão é uma grande preocupação da saúde pública no mundo inteiro.

No artigo de hoje explicamos com mais detalhes o que é e para que serve esta vitamina!

Vitamina D: O que é e qual a sua importância na manutenção da saúde e bem-estar

A Vitamina D possui como uma das suas principais funções a manutenção da massa óssea, já que é de extrema importância para a absorção do cálcio pelo organismo.

Além desta importante função, alguns estudos têm sugerido que também pode influenciar o sistema imunitário.

Existem muitos alimentos e suplementos que são fontes desta vitamina. No entanto a principal fonte é a exposição solar, por isso é frequentemente chamada de “vitamina do sol”.

Os raios ultravioletas do tipo B (UVB) são os responsáveis pela síntese desta substância no nosso organismo.

Tipos de vitamina D

Esta vitamina subdivide-se em vitamina D2 (ergocalciferol) e vitamina D3 (colecalciferol). Ambas podem ser obtidas através da alimentação, no entanto somente a D3 é obtida a partir da exposição solar.

Quimicamente, a estrutura dos tipos D2 e D3 é bastante semelhante, sendo diferenciada por cadeias laterais no carbono 17.

A D2 apresenta uma ligação dupla a mais e um grupo metil incorporado. Na prática, a D2 tem origem vegetal e a D3 é de origem animal.

Para que serve esta vitamina?

Não é necessária apenas para o fortalecimento de ossos. É essencial para diversos outros processos do organismo, por isso, é importante que a sua concentração no sangue esteja em níveis adequados. Outras funções que merecem destaque são:

a) Fortalecimento de ossos e dentes: Potencializa a absorção de cálcio no intestino e facilita a entrada desses minerais nos ossos.

b) Prevenção do diabetes: Atua diretamente na manutenção da saúde do pâncreas, que é o órgão responsável pela produção de insulina, a hormona que regula os níveis de glicose no sangue.

c) Melhoria do sistema imunitário: Um sistema imunitário fortalecido é fundamental para prevenir infeções bacterianas e virais. Por isso, esta vitamina ganhou ainda mais importância durante a pandemia.

d) Melhoria da saúde cardiovascular:  Atua para reduzir a pressão arterial e o risco de hipertensão e outras doenças cardiovasculares.

e) Fortalecimento muscular: Participa no processo de formação dos músculos e está ligada a uma maior força e agilidade muscular.

Fontes de Vitamina D

Conforme dito, a exposição solar é a principal fonte desta vitamina. Contudo, é possível suprir a quantidade desta vitamina também através da alimentação. Conhece alguns alimentos que também são boas fontes.

a) Peixes “gordos”: Os peixes considerados “gordos” são o salmão, a truta e o atum, por exemplo. Possuem, no mínimo, 2% de gordura no peso e são excelentes fontes desta vitamina.

b) Fígado bovino, queijos e gemas de ovos: Estes alimentos apresentam pequenas quantidade da vitamina, principalmente na forma de Vitamina D3. É interessante incluí-los na dieta para diversificar a fonte deste nutriente.

c) Alimentos à base de carne: Normalmente fornecem este tipo de vitamina, embora em níveis mais baixos. Como por exemplo a carne bovina, suína, de frango e de peru.

d) Leite industrializado: Costuma ser fortificado, geralmente sob a forma de vitamina D3.

e) Suplementos dietéticos: Os suplementos dietéticos podem conter vitaminas D2 ou D3.

f) Cogumelos: Fornecem quantidades variadas de vitamina D2. Inclusive, alguns cogumelos disponíveis no mercado têm sido tratados com luz UV para aumentar os níveis desta vitamina.

Níveis ideais

Antes de iniciares a suplementação, é muito importante consultares um médico e realizares um exame de sangue para verificar os níveis deste nutriente no teu organismo.

Assim como a falta, o excesso de Vitamina D é extremamente prejudicial. Portanto, deves seguir as recomendações de um profissional antes de começares qualquer tratamento.

PARTILHA ESTE ARTIGO