Fazer dieta pesa no orçamento?

Fazer dieta pesa no orçamento?

PARTILHA ESTE POST

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram

Primeiro vem a decisão de fazer dieta e ter uma alimentação mais saudável, e depois a ida ao supermercado. Quando vês o preço de alguns produtos que constam na lista, assustas-te.

Isto acontece porque os produtos com zero açúcar têm um preço mais elevado. Isso vai resultar num valor final de compra mais alto que o normal.

Mas será que fazer dieta tem de pesar no orçamento? Vamos já adiantar a resposta: não!

É perfeitamente possível perderes peso através de uma alimentação saudável e balanceada com frutas, verduras, legumes, carnes magras, cereais integrais e laticínios. E estes produtos não te vão custar um valor astronómico.

Para saberes mais, continua a ler o nosso artigo!

Fazer dieta: Como ter uma boa alimentação sem pesar nos custos

Percebe que não é caro fazer dieta e não se gasta nada além do habitual para se planear uma rotina de alimentação mais saudável. A menos que compres produtos industrializados do tipo diet, light, fit, ou te iludas com o chá milagroso que a blogger fitness indicou. Aí, a única coisa que conseguirás reduzir é a conta bancária invés do peso.

É preciso acabar com o mito de que fazer dieta é sinónimo de gastar dinheiro para criar pratos elaborados com itens caros e difíceis de encontrar. Na verdade, trata-se de uma combinação de disciplina e força de vontade.

O segredo para a dieta económica é consumir alimentos naturais e ainda apostar nas substituições. Por exemplo, trocar peixes caros como o salmão, por espécies mais em conta, como o cação.

A seguir, apresentamos 5 dicas para que possas colocar aquele plano de dieta em prática sem que isso pese no orçamento!

1 – Vai às compras com uma lista

Organização é a chave de qualquer dieta. É necessário, em primeiro lugar, compreender o que faz bem à saúde e o que não faz.

Ir a uma consulta com um nutricionista para construir um menu personalizado é uma ótima dica. Com um plano alimentar em mãos, é hora de fazer a lista do que precisas ter na despensa e ir ao supermercado.

Sabendo exatamente o que deves comprar, evitas colocar no carrinho produtos com preço mais elevado e que não vão ser cruciais para a dieta.

2 – Cozinha as tuas próprias refeições

O menu mais saudável e mais nutritivo é aquele composto por alimentos vivos, que são comidas cruas, retiradas da terra e que precisas de preparar.

Experimenta deixar de adquirir produtos industrializados, que estão num saquinho prontos para serem consumidos.

É difícil, mas esse caminho com certeza é o que vai prosperar em todos os sentidos, tanto no emagrecimento, quanto no aumento da qualidade de vida. E para além disto vai fazer-te poupar um bom dinheiro no final das compras.

3 – Cuidado com alimentos que são aparentemente saudáveis

Diversas marcas utilizam apelo publicitário para vender os produtos como “fonte de vitaminas e minerais”. Mas na verdade são fontes de açúcar e farinha branca, fornecendo calorias vazias que não agregam nada à saúde.

É difícil saber identificar o que parece e o que é, de facto, saudável. Mas saber ler e interpretar melhor os rótulos é a melhor forma de conheceres o que existe nos alimentos que estão na embalagem.

4 – Evita o desperdício

Para não desperdiçares alimentos e seres mais saudável no dia a dia, usa as cascas dos vegetais como cenoura, batata, aipo e espinafre, para fazer novas receitas.

Estas partes dos alimentos, que muitas pessoas têm o hábito de descartar, são ótimas para preparar sopas, risotos e outras receitas.

Seguindo esta lógica de aproveitar todas as partes dos vegetais, inventas receitas diferentes e até consegues economizar mais.

5 – Dá preferência às frutas e legumes da estação

Em qualquer dieta saudável deves consumir mais frutas e legumes para substituir os processados. E quando são comprados na época certa, os alimentos saem mais em conta e podem ser encontrados em maior quantidade.

Por isso, a sugestão é justamente tentar comprar os alimentos de acordo com a época e, de preferência, aproveitando possíveis promoções.

Lembra-te que o ideal é comprar os vegetais semanalmente para que fiquem mais frescos na hora da refeição e não corram o risco de se estragar.

Viste como fazer dieta não precisa de pesar no orçamento! Segue as nossas dicas e começa a planear uma nova rotina e educação alimentar para teres uma vida mais saudável e ainda eliminar alguns quilinhos!