AVISO: A produção e envio dos produtos disponíveis na Loja apenas será retomado a 18 de agosto.

Conhece os diferentes tipos de sal e os seus benefícios

Conhece os diferentes tipos de sal e os seus benefícios

Sabias que existem diferentes tipos de sal que podem ser incluídos na tua dieta? Além de diferirem na aparência e textura, as composições também variam de um tipo para outro.

Apesar de muitas vezes ser considerado o vilão da saúde, na verdade o sal é fundamental e benéfico para o organismo, desde que seja consumido na quantidade adequada.

Conhece de seguida os principais tipos comercializados e quais os benefícios.

Tipos de sal: Os benefícios e as diferenças

O sal é utilizado na culinária para realçar o sabor dos alimentos e faz parte do dia-a-dia de todos.

A estrutura é cristalina e composta principalmente por moléculas de sódio e cloro, além de outros minerais em menor quantidade.

Neste sentido, os diferentes tipos de sal possuem composições diversas e por isso alguns são considerados mais saudáveis do que outros.

1 – Sal refinado

Considerado o tipo mais comum, o sal refinado passa por um processo industrial de refinamento, onde são perdidos vários minerais como o magnésio e cálcio.

Além disso, para que fique com um aspeto branco e com grãos soltos são acrescentados vários aditivos químicos no processamento.

Por tudo isso, este sal é considerado o menos saudável, pobre em nutrientes e nocivo para a saúde quando consumido em grandes quantidades.

2 – Sal light

O sal light possui menos sódio do que o tipo refinado, e por isso costuma ser recomendado para pessoas que têm hipertensão.

Contudo, como salga menos os alimentos, a tendência é colocá-lo em maior quantidade para temperar, o que acaba por ser igualmente prejudicial para a saúde.

Além disso, o sódio do sal light é substituído por cloreto de potássio, que quando consumido em excesso pode ser nocivo para pessoas com problemas renais.

3 – Sal marinho

O sal marinho, por sua vez, contém mais nutrientes, uma vez que não são eliminados no processo de refinamento, como os tipos anteriores.

É obtido através da evaporação da água do mar e por não passar por nenhum processo térmico, de refinamento e ou branqueamento, mantém todos os nutrientes.

É um dos tipos de sal que contém menos acidez, pois possui menos sódio, o que ajuda a equilibrar o ph do sangue.

4 – Sal rosa

Também conhecido como sal do Himalaia, este tipo de sal é considerado um dos mais saudáveis, já que não possui quaisquer aditivos químicos.

Ainda assim, tem elevada quantidade de sódio e por isso deve ser utilizado com moderação.

O sal rosa também é considerado o mais nutritivo, pois possui mais de 80 minerais, como magnésio, cálcio, potássio, cobre, ferro…

5 – Flor de sal

A flor de sal é composta por pequenos cristais retirados da camada mais superficial das águas dos cristalizadores contidos nas salinas.

Este é um dos tipos de sal que é obtido naturalmente, sendo resultado da ação da água do mar, luz solar e vento. Isto tudo produz uma fina película de cristais que forma a flor de sal.

O sal é um importante elemento na dieta, não só para dar mais sabor aos alimentos, mas também porque é composto por diversos nutrientes essenciais.

Entre os benefícios do consumo podemos citar:

  • Fonte de iodo, que é essencial para as hormonas da tireoide;
  • Sódio e potássio ajudam a manter o ritmo cardíaco normal;
  • O sódio também atua no fornecimento de energia ao organismo;
  • Equilibra a quantidade de água no corpo.

Para que o sal não se torne um vilão é importante teres atenção à quantidade diária consumida.

Para pessoas saudáveis, a recomendação é consumir no mínimo 3 gramas e no máximo 6 gramas de sal de cozinha por dia. Contudo, podes sempre consumir tipos de sal menos prejudiciais para não causares problemas à tua saúde!

PARTILHA ESTE ARTIGO