Aceita o teu corpo e desfruta do verão

PARTILHA ESTE ARTIGO

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Com a chegada do verão muitas mulheres começam a preocupar-se mais com a aparência do corpo.

Quem nunca deixou de ir à praia ou piscina por vergonha do próprio corpo? Essa é uma situação muito comum, principalmente entre as mulheres, que sofrem muito mais com a pressão para ter o “corpo perfeito”.

Infelizmente vivemos numa sociedade que julga muito pela aparência, e de tempos a tempos surgem novos padrões de beleza que parecem ser obrigatórios para que uma mulher seja aceite ou considerada como bonita.

Inclusive, toda essa pressão social leva muitas jovens a desenvolver transtornos alimentares graves na procura pela aparência perfeita.

Com a chegada do verão essa preocupação tende a piorar, mas nada de sofrimento! Aceita o teu corpo e aproveita ao máximo os dias de sol e calor!

Corpo: Opta por uma vida saudável e não somente com a tua aparência

Muitas mulheres confundem o que é levar uma vida saudável com a aparência do corpo. E acham que saúde é sinónimo de magreza. Pois sabe que este pensamento é errado, e não condiz com a realidade. Vê de seguida alguns pontos importantes.

1 – Biótipo e genética

Somos seriamente bombardeadas com fotos e imagens de físicos perfeitos, mulheres com a famosa “barriga lisa” e homens musculados. Mas cuidado, nem tudo o que vemos é real.

Primeiro porque sabemos que imagens são muitas vezes alteradas através de photoshop para parecerem perfeitas. Em segundo lugar, nenhum biótipo é padronizado, e cada corpo tem as suas próprias peculiaridades.

Portanto, faz atividades físicas para teres mais saúde e não com o objetivo único de conquistar um corpo igual ao das celebridades. A obsessão por um corpo perfeito pode levar a práticas extremas e perigosas.

2 – O que é um corpo saudável?

Conforme mencionamos, muitos confundem ser saudável com ser magra. Porém isso está longe de ser verdade.

Um corpo saudável é aquele que está em equilíbrio metabólico. Assim, existem muitas pessoas magras que não são saudáveis e muitos que estão acima do peso considerado ideal, mas têm uma boa saúde.

Somente um médico, através de exames, é capaz de avaliar isso. Então não te deixes enganar pela aparência. Magreza não é sinónimo de saúde.

3 – Pratica o amor próprio

A obsessão na procura pelo corpo perfeito esconde muitas vezes um problema relacionado à falta de autoestima.

Para quem sofre com isso, é comum pensar que se sua aparência estiver dentro dos padrões será mais fácil ser aceite pelos outros.

Não deves levar a vida a tomar decisões tendo por base as opiniões alheias. E, muito menos achar que o físico é determinante para conquistares o carinho e admiração das pessoas.

Pratica o amor próprio, confia no teu carisma e personalidade. A aparência é só um detalhe e não o elemento principal.

4 – Aceitar o corpo é libertador

Viver sob a pressão da procura por um corpo perfeito vai privar-te de muitas situações agradáveis, como aproveitar o verão.

Quem se preocupa em demasia com a aparência física, na maioria das vezes, acaba por desenvolver transtornos psicológicos e emocionais que podem ser graves. Levando a atitudes extremas.

De fato, viver num meio do culto ao considerado “corpo perfeito”, torna difícil a tarefa de aceitação quando não nos encaixamos nos padrões determinados como os ideais.

Mas sabe que aceitar o próprio corpo, da forma como ele é, é libertador e transformador. É um processo longo, e durante o percurso poderás ter recaídas.

O importante é não te deixares levar pelo julgamento dos outros. Ama-te e aproveitar a vida independentemente de rótulos e padrões.

Portanto, aproveita a praia, o sol e o verão, e mais do que tudo, sê feliz!

DESCOBRE MAIS ARTIGOS